BLOGS DO PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

CRECHES DE MOSSORÓ

rUA   Manoel Alves Pessoa Neto - Aeroporto 
Rua Humberto Monte, 350 - Redenção 
Rua José Materno Rebouças, 8 - Aeroporto 

Rua Santo Onofre, 1535 - Planalto 

CENTRO EDUCACIONAIS DE NATAL

1 - CENTRO EDUCACIONAL ALFERES TIRADENTES
2 - CENTRO EDUCACIONAL ARCA DE NOE
3 -= CENTRO EDUCACIONAL CAMINHO DO SABER
4 - CENTRO EDUCACIONAL CAMPOS DE OLIVEIRA
5 - CENTRO EDUCACIONAL CARDOSO
6 - CENTRO EDUCACIONAL CORACAO DE JESUS
7 - CENTRO EDUCACIONAL DA CRIANCA
8 -  CENTRO EDUCACIONAL DE NAZARE
11 - CENTRO EDUCACIONAL DIX-SEPT ROSADO
12 - CENTRO EDUCACIONAL EQUILIBRIO
11 - CENTRO EDUCACIONAL ESTRELA DO AMANHA
12 - CENTRO EDUCACIONAL FELICIDADE DO SABER
13 - CENTRO EDUCACIONAL GERACAO
14 - CENTRO EDUCACIONAL LOGOS LTDA
15 - CENTRO EDUCACIONAL MAANAIM
16 - CENTRO EDUCACIONAL MARIO DE ANDRADE
17 - CENTRO EDUCACIONAL MARISTELLA
18 - CENTRO EDUCACIONAL MARISTELLA
19 - CENTRO EDUCACIONAL MENINO JESUS
20 - CENTRO EDUCACIONAL MUNDO INFANTIL
21 - CENTRO EDUCACIONAL NOSSO AMIGUINHO
22 - CENTRO EDUCACIONAL NOVA JERUSALEM
23 - CENTRO EDUCACIONAL NOVA SIAO
24 - CENTRO EDUCACIONAL NOVO HORIZONTE
25 - CENTRO EDUCACIONAL O MUNDO DE SOPHIA
26 - CENTRO EDUCACIONAL PENHA CABRAL
28 - CENTRO EDUCACIONAL PINHEIROS
29 - CENTRO EDUCACIONAL POSITIVO
30 - CENTRO EDUCACIONAL PROGRESSO
31 - CENTRO EDUCACIONAL RAIO DE LUZ
32 - CENTRO EDUCACIONAL REFLETINDO O FUTURO UNIDADE I
33 - CENTRO EDUCACIONAL REFLETINDO O FUTURO UNIDADE II
34 - CENTRO EDUCACIONAL ROSA DE SAROM
35 - CENTRO EDUCACIONAL SANTO AGOSTINHO
36 - CENTRO EDUCACIONAL SONHO DOURADO
37 - CENTRO EDUCACIONAL SOPHIA
38 - CENTRO EDUCACIONAL TIA ANJINHA
39 - CENTRO EDUCACIONAL TIA EDNA
40 - CENTRO EDUCACIONAL UIRAPURU
41 - CENTRO EDUCACIONAL VISTA VERDE
42 - CENTRO EDUCATIVO JULIA STEFANE

43 - CENTRO EDUCATIVO RENASCER

sábado, 25 de maio de 2013

MEC LIBERA 60 VAGAS PARA O CURSO DE MEDICINA DA UFERSA


 24-05-2013 - A Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA) recebeu ofício do Ministério da Educação, (MEC) anunciando que a entidade foi contemplada com o curso de Medicina com 60 vagas a partir de 2016.
Neste ofício, o Mec solicita que a universidade encaminhasse o orçamento para a implantação do curso, porque agora em junho, o Ministério vai elaborar o orçamento 2014 e certamente todo o material de infra estrutura que a universidade solicitar será liberado no orçamento de 2014 para que se possa construir até 2015, e  iniciar o curso em 2016 já com toda a infraestrutura adequada para o curso.
Segundo o reitor da Ufersa, José de Arimatea Matos (foto acima), o ofício enviado pelo Mec consta que o curso será dividido em duas etapas. ‘Nos dois primeiros anos sendo 30 vagas para cada ano e só a partir daí serão 60 vagas anuais'. explicou.
Diante de tanta expectativa para a implantação de um outro curso de Medicina na cidade o reitor da Ufersa lembra que as redes sociais divulgou bastante mobilizando a sociedade e o poder público. Ainda de acordo com o reitor ele recebeu telefonema de autoridade parabenizando e observa que a alegria não é só do gestor da Ufersa, dos funcionários, mas também, de toda sociedade mossoroense e também do Oeste Potiguar.
Em relação ao primeiro processo seletivo José de Arimatea adianta que será de 2015 de 2016.
FONTE - JORNAL DE FATO - JORNALISMO DE VERDADE

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

PROFESSORA ANTONIA ALVES DE LIMA

ANTONIA ALVES DE LIMA, conhecida popularmente por “dona TOINHA DE GOGÓ”,  nasceu no Sítio Córrego, município de Apodi-Rn, nascida a 8 de novembro de 1917  e faleceu no dia 6 de dezembro de 1978, filha de  Juvino Brás de Lima e Raimunda Florinda da Conceição. Era casada com RAFAEL ARCANJO DE LIMA 1909 – 1980). Desse consórcio houve 4 filhos: RAIMUNDO NONATO DE OLIVEIRA (18/06/1939, IRENE MARQUES DE OLIVEIRA, GERALDA ALVES DE OLIVEIRA e FRANCISCA DAS CHAGAS TARGINO, conhecida por Dona Caquica, nascida a 23 de junho de 1948, casada com EDUARDO TARGINO FILHO, nascido a 16 de setembro de 1945, filho de Eduardo Targino da Costa   e de Maria Joana de Freitas, mãe de cinco filho, residente na Vila de Soledade, Apodi-RN, que, por sua vez, fez parte do quadro funcional da Escola Estadual Professora Antonia Alves de Lima. Ela iniciou sua carreira pedagógica em sua terra natal e em 8 de fevereiro de 1948 passou a lecionar na Escola Isolada de Soledade, tendo sido a primeira professara desse estabelecimento de ensino. Tinha como principal hábito o da leitura

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Dilma anuncia campus da UFERSA e Institutos Tecnológicos para o RN

rosalba_com_governadores15/08/2011 - O Estado do Rio Grande do Norte foi incluído no Programa de Expansão do Ensino Superior e Tecnológico lançado ontem, pela presidente Dilma Rousseff, em Brasília.
O Estado ganha o campus da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) e Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia para os municípios de Canguaretama, Ceará-Mirim e São Paulo do Potengi. Além deles, o RN está na lista das escolas de educação profissional em construção, com o município de São Gonçalo.
O campus de Pau dos Ferros será concluído até o ano que vem. Já as novas unidades de educação profissional vão estar prontas entre 2013-2014, conforme previsão do Ministério da Educação.
Presente à solenidade no Palácio do Planalto, a governadora Rosalba Ciarlini comentou a concretização de uma luta iniciada no Senado da República. Rosalba é autora dos projetos da criação dos três Institutos autorizados pela presidenta da República.
Também participou ativamente do movimento conduzido pela bancada federal pela expansão da Ufersa que já chegou a Caraúbas e Pau dos Ferros.
No dia 26 de julho, a governadora assinou a ordem de serviço para a construção de 10 centros estaduais de educação profissional em diversas regiões do Estado, com previsão de conclusão para 10 meses.
"Hoje é um dia muito significativo para o nosso país, em particular para o RN", destacou Rosalba, recordando que já determinou a reforma de 52 escolas para a implantação do ensino profissionalizante. A governadora prevê a inclusão em 2012 de mais 59 escolas, com o novo sistema que transforma o ensino médio em integrado.
Na solenidade de lançamento, a presidenta assinou o projeto de lei que será encaminhado ao Congresso Nacional, criando cargos para as novas instituições. O reitor da Ufersa, Josivan Barbosa, que participou da solenidade em Brasília, acredita que até o fim do ano a instituição vai promover concurso público para professor e pessoal administrativo.
FONTE: JORNAL O MOSSOROENSE (17/12/1872), EDIÇÃO DO DIA 17/08/2011 (QUARTA)

terça-feira, 1 de junho de 2010

ESCOLA ESTADUAL CAPITÃO JOSÉ DA PENHA - JOÃO CÂMARA-RN

A Escola Estadual Capitão José da Penha é a mais antiga instituição de ensino de Baixa-Verde. Sua trajetória começa como simples escola rudimentar, dirigida pela professora Maria Henriques Maia, logo elevada à condição de Grupo Escolar pelo Decreto nº 350, de 15 de outubro de 1927, devido à necessidade crescente de atendimento às dezenas de jovens que acorriam à procura dos seus préstimos. A jacente Baixa-Verde, vivendo o esplendor dos primeiros anos, fervilhava de gente chegando em busca do eldorado potiguar. Surgiu daí a necessidade de construção de um prédio moderno e amplo, para os padrões da época, que pudesse abrigar em seu seio toda aquela gama de jovens ansiosos por ter acesso ao conhecimento. Assim é que as autoridades da época reivindicaram e conseguiram junto ao presidente do estado, Dr. José Augusto Bezerra de Medeiros a construção do prédio onde ainda hoje funciona, com algumas modificações, a tradicional escola. Não parece ser verdadeira a versão, segundo a qual, o prédio teria sido construído em mutirão, com a participação da comunidade local. A placa de inauguração, ainda hoje chantada no frontispício do prédio, dá conta que o mesmo foi construído pelo governo do estado, o que nos parece retirar qualquer dúvida a respeito do assunto. A inauguração deu-se a 26 de dezembro de 1927, pelas dezesseis horas e contou com a presença de dezenas de autoridades e populares. A ata de fundação registra a presença, dentre outras, das seguintes pessoas: Dr. José Augusto Bezerra de Medeiros, João Câmara, João Gomes da Costa, Paulo Viveiros, José Gomes da Costa, Alexandre Rodrigues da Câmara, Miguel Monteiro, Pedro Gomes Baião, Elisa Henriques Bittencourt, Francisco Teixeira Sobrinho, Joaquim Soares de Miranda, João Ignácio Filho, Barnabé Justino de Souza, José Martins de Sá Benevides, Joaquim de Castro e Silva, Severino Benfica, Sinval Lima e Fausto Lima, Francisco de Assis Bittencourt, Antônio Justino de Souza, Áurea Varela de França e Genésio de Oliveira. Ao longo de sua trajetória de quase oitenta e um anos, dezenas de pessoas passaram pela sua direção, com destaque para o professor Sebastião Diniz Henriques, o primeiro diretor, seguido pelas professoras Adélia Soares Teixeira, Adélia Brandão, Maria Guimarães e Leonor Maciel do Amaral. Nos últimos cinqüenta anos, assumiram a direção do estabelecimento as pessoas de Salete Ferreira, Sônia Varela, Joana D‘arc Rocha da Câmara, Gino Miranda Santos, Aldo Torquato da Silva e Dilma Leonardo. A atual diretora é a professora Marta Geruza, eleita pelo voto direto dos professores, alunos e pais de alunos.
Quanto aos alunos, revolvendo os arquivos da velha instituição, encontramos os nomes de Dagmar Varela e Antônio Simplício (Tota), ainda no tempo da Escola Rudimentar (1926/1927) e, a partir da inauguração até o ano de 1942, registramos as presenças dos irmãos Wilson, Wanda e Engrácia Varela, Geralda Ataliba, Joaquim Câmara, Palmira Bezerra, Durval Justino de Souza, Geraldo Teixeira (Torquato) e Manoel Teixeira (Torquato), José Bittencourt, Francisco Freire de Melo, Floriano de Sá Benevides, Terezinha Ferreira, Ivone Teixeira (Torquato), os irmãos Guaraci, Iramar e Itamar do Lago Moura, João França, Severo Alves da Câmara, João Batista Ataliba, Maria da Paz Bittencourt, Maria Djanira Benfica (Liquinha), Terezinha Câmara. Sônia Varela e Maria Antonieta Bittencourt. De minha parte, estudei no José da Penha nos anos de 1958 a 1961, onde fiz o primário. Minha primeira professora foi Pretinha. Depois, vieram Elma Gouveia e Raimundinha. Dos meus contemporâneos, lembro apenas de alguns: Esteferson Vieira Lopes (Gôda), Francisquinho Doutor, Jacyra Celestino, hoje casada com João Batista Ataliba, e Virgínia, filha de Miguel França, que dividia a carteira comigo na segunda série. Cumpre registrar que, a partir do ano de 1943, funcionou provisoriamente no mesmo prédio, a Escola Darcy Vargas, mantida pela Legião Brasileira de Assistência – LBA, entidade assistencialista, criada e dirigida pela esposa do presidente da república, Getúlio Vargas. Ao que nos é dado conhecer, poucos anos durou a Escola Darcy Vargas, certamente perdendose no tempo com a derrocada da ditadura e a volta à democracia ao final da segunda guerra mundial (1945).
Durante o período que vai de setembro de 1959 a 1961, o prédio da Escola Capitão José da Penha abrigou a Escola Comercial, atual Colégio João XXIII e durante os anos de 1976 e 1977 funcionou também como escola de 2º grau, depois transferida para a Escola Estadual Antônio Gomes.
Quanto às instalações físicas, da inauguração até os anos setenta, aproximadamente, o José da Penha funcionou com apenas três salas de aula, sendo uma delas de tamanho normal, e as outras duas em um grande salão, subdividido ao meio por um tapume de madeira, removível, com mais ou menos dois metros de altura. Tudo que um professor dizia o outro escutava na sala ao lado. Os banheiros ficavam ao fundo do terreno, com mais de vinte metros de distância, que a garotada precisava percorrer correndo em dias de chuva quando tinha que ir fazer as suas “necessidades”. O detalhe é que o aluno que fosse ao sanitário levava uma pedra em seu poder e, caso outro aluno desejasse também utilizar o mesmo equipamento, teria que esperar que aquele voltasse e lhe passasse a pedra. Por ocasião da encenação de peças teatrais, filmes, festas e solenidades, o tapume era retirado e o grande salão abrigava centenas de pessoas. Foi nesse grande salão que aconteceu a solenidade de instalação do município de Baixa-Verde, com a posse dos intendentes e do Prefeito João Câmara, em 1º de janeiro de 1929.
Atualmente, a Escola conta com dez salas de aula, além da diretoria, secretaria e área de apoio, desenvolvendo suas atividades dirigidas para o ensino fundamental e educação de jovens e adultos – EJA.
O nome da escola é uma homenagem ao Capitão José da Penha Alves de Souza, nascido em Angicos, no ano de 1875 e falecido no Ceará, no dia 22 de fevereiro de 1914. Segundo registra a história, José da Penha foi assassinado por um jagunço que obedecia às ordens do Padre Cícero Romão Batista, na famosa guerra contra as forças do governador Franco Rabelo.
Na opinião de Aluízio Alves, José da Penha foi o primeiro potiguar a empreender uma campanha eleitoral de cunho popular, desafiando as oligarquias da época, em defesa de um candidato a presidente do estado, que não contava com o apoio das forças tradicionais. Fez comícios, falou diretamente ao povo. Foi derrotado. Mas deixou o seu nome gravado na história política do estado, e angariou o merecido respeito dos norte-riograndenses.

FONTE: GUIA DE JOÃO CÂMARA
Informações extraídas do livro: Fatos, causos e coisas. Autor: Aldo Torquato.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

ESCOLA DE ENGENHARIA DE NATAL

A Lei Estadual nº 2045, de 11.09.57 criou a Escola de Engenharia de Natal para funcionamento previsto a partir de 1960, e pela Lei nº 2.452, de 16.11.59, passou a se denominar Escola de Engenharia da Universidade do Rio Grande do Norte. Com a promulgação do Decreto Federal nº 47.438, de 15.12.59 recebeu licença da Diretoria de Ensino Superior do Ministério da Educação e Cultura para funcionar a partir de 1960, depois de cumpridas as exigências formais para a liberação do curso.
Com o currículo definido, o corpo docente selecionado, o pessoal de apoio administrativo escolhido, as monografias dos professores aprovadas, as acomodações preparadas e móveis e equipamentos adquiridos, a Escola estava apta a realizar o exame vestibular e iniciar o primeiro curso de Engenharia Civil do Rio Grande do Norte.
Os primeiros professores nomeados, após apresentação de prova de títulos e defesa de monografia, foram Geraldo de Pinho Pessoa, Ubiratan Pereira Galvão, Célio de Carli, Aurino Borges, Nilson Rocha de Oliveira, Kleber de Carvalho Bezerra, José Henriques Bittencourt, Edilson Medeiros da Fonsêca, Moacir Maia, Clóvis Gonçalves dos Santos, José Nilson de Sá, Juarez Pascoal de Azevedo, Carlos Augusto de Araújo, Renato Gomes Soares, José Mesquita Fontes, Milton Dantas de Medeiros, Wilson de Oliveira Miranda, Rômulo Rubens Freire Pinto, Malef Victório de Carvalho, José Bartolomeu dos Santos, Antônio Ramos Tejo, Adriano Duarte Vidal Silva, José Antomar Ferreira de Souza, Fernando Cysneiros, Hélio Varela de Albuquerque, Gilvan Trigueiro, Marcelo Cabral de Andrade e Dirceu Victor de Hollanda. Em 27.11.59 foram nomeados Fernando Cysneiros e José Bartolomeu dos Santos, diretor e vice-diretor da nova Escola.
A solenidade de instalação da Escola de Engenharia aconteceu em 21 de dezembro de 1959, no anfiteatro da Maternidade Januário Cicco. Estavam presentes, entre outros, o Governador do Estado Dinarte Mariz, o vice-governador José Augusto Varela, o reitor Onofre Lopes, o presidente do Tribunal Eleitoral Carlos Augusto Caldas da Silva, o bispo auxiliar da Arquidiocese de Natal Eugênio de Araújo Sales, o deputado federal Teodorico Bezerra e o corpo docente da escola.
No dia 16 de março de 1960, no pavimento superior da sede da Escola de Engenharia, na Rua Padre João Manoel, o professor Juarez Pascoal de Azevedo proferiu a aula inaugural na sessão solene de instalação do primeiro curso de Engenharia Civil do Rio Grande do Norte.
A primeira turma da escola era composta de Evandro Costa Ferreira, Jário Pereira Pinto, José Ivaldo Borges, Joaquim Elias de Freitas, Liacir dos Santos Lucena, Romeu Gomes Soares e Walter Araújo, os primeiros engenheiros formados pela Escola.
O Centro de Tecnologia da UFRN, sucedeu a Escola de Engenharia e está estruturado em sete departamentos: Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia de Materiais, Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção e Têxtil e Engenharia Química e onze cursos de graduação: Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Engenharia de Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia de Materiais, Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção, Engenharia Química, Engenharia Têxtil, Cooperativismo e Zootecnia .
Dados extraídos do livro História da Escola de Engenharia da UFRN de José Narcélio Marques Sousa. (2003)

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS
O RN PASSA POR AQUI - O QUE VOCÊ QUER PESQUISAR, VOCÊ ENCONTRA NO "PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS", A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DE MINHA QUERIDA E AMADA TERRA POTIGUAR, COM 20 BLOGS E 1780 LINKS, CRIADO A 28 DE DEZEMBRO DE 2008, PELO STPM JOTA MARIA, COM A COLABORAÇÃO DE JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR. ACESSE E CONFIRA!

Quem sou eu

Minha foto
É o blog da cultura, política, economia, história e de muitas curiosidades regionais, nacionais e mundiais. Pesquisamos, selecionamos, organizamos e mostramos para você, fique atenado no Oeste News, aqui é cultura! SÃO 118 LINKS: SEU MUNICÍPIO - histórico dos 167 municípios potiguares; CONHECENDO O OESTE, MOSSORÓ, APODI - tudo sobre o município de Apodi, com fatos inéditos; MOSSORÓ - conheça a história de minha querida e amada cidade de Mossoró; SOU MOSSOROENSE DE NASCIMENTO e APODIENSE DE CORAÇÃO; JOTAEMESHON WHAKYSHON - curiosidades e assuntos diversos; JULLYETTH BEZERRA - FATOS SOCIAIS, contendo os aniversariantes do mês;JOTA JÚNIOR,contendo todos os governadores do Estado do Rio Grande do Norte, desde 1597 a 2009; CULTURA, POLICIAIS MILITARES, PM-RN, TÚNEL DO TEMPO, REGISTRO E ACONTECIMENTO - principais notícias do mês; MILITARISMO. OUTROS ASSUNTOS, COMO: BIOGRAFIA, ESPORTE, GENEALOGIA, CURIOSIDADES VOCÊ INTERNAUTA ENCONTRARÁ NO BLOG "WEST NEWS", SITE - JOTAMARIA.BLOGSPOT.COM OESTE NEWS - fundado a XXVII - II - MMIX - OESTENEWS.BLOGSPOT.COM - aqui você encontrará tudo (quase) referente a nossa querida e amada terra potiguar. CONFIRA...

ESCOLAS

DELEGACIAS MUNICIPAIS